domingo, 26 de agosto de 2012

MINHA HISTÓRIA COM REGINA DUARTE

A primeira visão que tive da Regina Duarte foi quando a vi numa cena ao carrossel, meio moleque, meio menina, com um bonezinho na cabeça e um largo sorriso tão esplendoroso e fortemente cativante que me marcou para sempre, ainda um menino de apenas cinco anos de idade que morava na Bahia e já sabia ligar e sintonizar sozinho o meu canal preferido da TV. Este fato aconteceu quando assisti à telenovela das sete “Minha Doce Namorada”. Naquela ocasião não tínhamos internet. A televisão era uma novidade arrebatadora (ainda em preto e branco). A novela era uma combinação de algodão doce com maçã do amor. Era tudo muito puro, original. Que saudade da infância perdida, no melhor sentido da palavra. E da criançada da minha geração que vibrava a cada cena. O maravilhoso disso tudo é que o meu ídolo (Regina Duarte) permanece tão essencialmente bela como na minha memória televisiva. Eu não volto mais no tempo... Só nas minhas lembranças! Mas,quando a encontrei, tive a sensação de voltar no tempo. A nossa eterna Namoradinha do Brasil é única! É merecedora de todas as homenagens desses 50 anos de carreira. O semblante sereno e a voz delicada de Regina Duarte são fascinantes. A bela é uma fera na arte de interpretar, e marcante com a sua beleza e talento. Essa grande atriz brasileira é um orgulho para a nossa arte dramática. O Brasil é o único país no mundo que tem uma namorada, e ela é Regina Duarte.



1971




quinta-feira, 23 de agosto de 2012

UMA NOITE DE GALA COM REGINA DUARTE


 "Se eu tivesse que escolher minha parte preferida seria o cantinho do fã. Se não fosse o carinho do público não teria chegado aonde cheguei"

Regina Duarte

São 50 anos de carreira com 35 novelas (participação especial em algumas), 5 séries de televisão, 13 programas de TV incluindo "caso especial", 13 filmes, um disco (como cantora) e 11 peças de teatro. A exposição Espelho da Arte mostra com generosidade toda a trajetória da atriz Regina Duarte desde a sua infância até os dias atuais. Uma homenagem à estrela e um presente para o público. Espelho da Arte: a atriz e seu tempo é uma retrospectiva da trajetória da Namoradinha do Brasil (Regina Duarte), aos cenários, figurinos, trilha sonora, novelas, peças teatrais e cinema. Com curadoria de Ivan Izzo, a exposição marcou a sua estréia numa noite de gala no dia 21 de agosto de 2012, no Centro Cultural dos Correios, no Rio de Janeiro, com a presença de atores, cantores e fã-clube.

Fotos: Luciano Lucci Ramos

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

REGINA DUARTE EM DIBUK O DEMÔNIO (CASO ESPECIAL 1972)

No dia 28 de Julho de 1972 estreava o "Caso Especial: Dibuk, O demônio". Adaptação de Domingos Oliveira de peça homônima de Sch-Anski, direção de Daniel Filho. A história do “Caso Especial” se passava na polônia dentro de uma sinagoga. A possessão demoníaca era espinha dorsal da trama. Uma jovem Judia (Regina Duarte), que recebia o espírito de um homem, ha quem tinha sido prometida em casamento antes de nascer. Elenco:Regina Duarte, Antônio Ganzarolli, Buza Ferraz, Edney Giovenazzi, Ítalo Rossi, Ivan Candido, José Steinberg, José Wilker, Suzana Faini, Roberto Pirillo entre outros...

REGINA DUARTE NA REVISTA ROMÂNTICA (JULHO 1982)

REVISTA ROMÂNTICA NUMERO 355 COM REGINA DUARTE.


fonte: revista amiga e novelas

REGINA DUARTE POSTER ROMÂNTICA 1977

REGINA DUARTE POSTER 1977